Moda Masculina – Ternos 2ª Parte

Como vimos no outro post,existem marcas consagradas e consequentemente, caras! Mas pra tudo tem jeito e como a grande a maioria não pode desembolsar valores tão altos, ficar de olho nos tecidos pode ser uma boa maneira de garantir a qualidade visual do seu terno.

Em primeiro lugar,fique ligado na cor e no acabamento, já que isso é uma questão de ”bom senso”, pois podemos perceber uma costura e uma emenda mal feitas e uma cor duvidosa.

A parte o bom senso,o tecido é a grande sacada. Quando falamos em qualidade têxtil para ternos,a lã fria se destaca no mercado mundial, que possui uma classificação com prefixo SUPER, com variações numéricas, exemplos Terno Super 80, Terno Super 100, etc. Quanto maior o número seguido do Super, mais leve,  fino, e também mais cara é a lã. Acima de 100, a lã já pode ser considerada “lã fria”.Quanto mais leve e fina maior o conforto térmico.Desvantagens: mais caras, amassam mais e possuem menor durabilidade. Equilibrio: Lã Super 120!

Acho que depois desses dois posts da pra ter uma noção dos ternos bacanas e dos não tão bacanas assim.  E agora, vc continua achando que terno é tudo igual ?!

Image

Beijos :*

Anúncios

4 opiniões sobre “Moda Masculina – Ternos 2ª Parte

  1. Adorei ficou mt bom kaka! De vez em quando faz posts masculinos afinal o tema terno dá pano pra manga, não vai faltar assunto!! bjsss

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: